Isolamento aumenta preocupação sobre violência de gênero

Isolamento aumenta preocupação sobre violência de gênero

Juizado da Mulher recebe 65 pedidos de medidas protetivas, em Fortaleza, durante isolamento social. Um relatório da ONU destacou possíveis impactos a serem enfrentados pelas mulheres durante o período de isolamento.

Mais tempo em casa e junto à família. Para algumas mulheres, o isolamento domiciliar também pode significar uma maior propensão a ser vítima da violência doméstica. Do dia 23 deste mês de março até a manhã da última sexta-feira (27), o Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) contabilizou, por meio do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Fortaleza, recebimento de 65 pedidos de medidas protetivas de urgência. Devido aos pedidos serem sigilosos, não é possível informar quantos deles foram deferidos pela Justiça.

Até então, quando comparado a outros períodos, sem a existência da quarentena, o Juizado não percebeu aumento ou redução no número de solicitações de medidas protetivas. Para a Justiça, isto “demonstra que o fluxo de demandas continua igual”.

Veja a notícia no link:https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/editorias/seguranca/isolamento-aumenta-preocupacao-sobre-violencia-de-genero-1.2228064

 

 

Av. Santos Dumont, 1789, Sala 607 – Aldeota, CEP 60150-160, Fortaleza – Ceará – Brasil

   ifanadm@ifan.com.br

    +55 (85) 3268-3979

   +55 (85) 3268-3979