Projeto ELO de Saberes encerra atividades no município de Acaraú (CE)

Projeto ELO de Saberes encerra atividades no município de Acaraú (CE)

Equipe do Projeto promoveu encontros para comunicar encerramento e se despedir das famílias beneficiadas pela iniciativa

Com cinco anos de existência, o Projeto ELO de Saberes (PEL) encerrou suas atividades com famílias do município de Acaraú, no Ceará. Para comunicar o fim da iniciativa, a equipe do Projeto promoveu encontros com os beneficiados: no dia 24 de setembro, reuniu-se presencialmente com os moradores do bairro de Outra Banda, na sede da Colônia de Pescadores de Acaraú, e do distrito de Lagoa do Carneiro, encontro realizado em praça pública. No dia 30 de setembro, a equipe do PEL se encontrou por videoconferência com as comunidades de Santa Fé, Morada Nova, Sítio Buriti e Castelhano.

Participaram das ocasiões as famílias, crianças e adolescentes atendidos neste ano de 2021, além de lideranças comunitárias das referidas localidades. A equipe do Ifan conduziu rodas de conversa para socialização das atividades realizadas e partilha de depoimentos sobre os efeitos positivos da iniciativa no desenvolvimento das crianças e adolescentes do município. Os encontros presenciais foram ambientados com fotografias impressas das ações e contaram com coffee break e momento tira-dúvidas.  

Shirley Alves, de Morada Nova, aproveitou a ocasião e expressou o significado do Projeto para a família dela: “Os meus filhos foram muito bem recebidos. Eles estavam aprendendo a falar, aprendendo muito. Eu queria que (o projeto) voltasse pra eles continuarem sendo mais ativos.”

Realizado desde 2016 pelo Instituto da Infância em parceria com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Acaraú – CMDCA, e apoiado pela Fundação Itaú Social e Prefeitura Municipal de Acaraú (CE), o Projeto ELO de Saberes atingiu mais de duas mil crianças, adolescentes e famílias acarauenses. Sua execução atravessou a política de Assistência Social do município por meio da atuação da equipe nos Núcleos da Assistência.

Alisson Tomé, coordenador do Projeto, diz-se seguro do legado que a ação deixa para as comunidades através das campanhas e atividades de educomunicação oferecidas, bem como por meio do elo construído com os participantes. “As marcas, vivências e boas lembranças geradas ficaram, sem dúvidas, registradas na memória documental e afetiva deles. Não temos dúvidas de que o público contemplado, hoje, está mais preparado para entender seu papel social frente às mídias de comunicação e da participação ativa em sociedade”, comenta.

Para a superintendente executiva do Ifan, Luzia Laffite, nestes cinco anos, o Projeto alcançou os objetivos para o qual foi traçado, “fez acontecer”. Na visão dela, são as crianças e as famílias quem melhor avaliam os resultados por meio de seus depoimentos. “O município ganhou uma nova metodologia para ser implementada nos núcleos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). Agora, cabe a ele dar continuidade. Agradecemos ao Itaú social e ao Conselho Municipal da Criança e Adolescente de Acaraú pela parceria”, reflete.

Entendendo o Projeto

O ELO de Saberes se dedicou ao desenvolvimento das competências leitoras e midiáticas de crianças e adolescentes de Acaraú. Realizando um trabalho integrado com as escolas e o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, executou atividades na temática lúdica de promoção ao desenvolvimento infantil com base na concepção da Educação Integral nas Infâncias, considerando os princípios da equidade, singularidade e brincadeira; cuidar e educar; inclusão; articulação com o território; participação e sustentabilidade.

Outras atividades tiveram foco na produção de contos e jogos e no desenvolvimento de habilidades relevantes de criação, imaginação, senso crítico, expressão, leitura, escrita, raciocínio lógico, comunicação, manifestação de ideias, percepção do mundo. O objetivo foi estimular a criação oral e escrita de contos como forma de ampliar as possibilidades de domínio da linguagem, contribuindo, assim, para um melhor desempenho escolar (competência leitora) e de interação das relações sociais e de identidade.

O Projeto também trabalhou com temas de interesse dos adolescentes, como as potencialidades locais e temas pertinentes à juventude, protagonismo juvenil, aprendizagem, autonomia e empreendedorismo social. Foram exploradas competências para o século XXI, domínios (cognitivo, intrapessoal e interpessoal), equidade de gênero e educação de qualidade.

Além das atividades de atendimento ao público-alvo, as ações do Projeto ELO de Saberes atravessaram o campo da produção de conhecimento. De suas produções mais relevantes, destacam-se “Avaliação do Projeto ELO de Saberes e do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos de Acaraú nos anos de 2016 e 2017”, “Indicador de Felicidade”, “Indicador Diálogo” e diversas pesquisas feitas durante a pandemia por Covid-19.

 

 

Av. Santos Dumont, 1789, Sala 607 – Aldeota, CEP 60150-160, Fortaleza – Ceará – Brasil

   ifanadm@ifan.com.br

    +55 (85) 3268-3979

   +55 (85) 3268-3979